Crie agora sua loja virtual e ganhe 14 dias para testar todas as funcionalidades!
datas comemorativas para vendas no e-commerce

Datas comemorativas para impulsionar seu e-commerce

Você já deve ter percebido que algumas datas comemorativas são verdadeiras belezuras o e-commerce. Isso porque elas ajudam a impulsionar as vendas e ainda tornam a relação com os clientes mais próxima. 

Dessa forma, para fazer valer as oportunidades desses momentos, ações de marketing como promoções, descontos no frete e kits especiais instigam os consumidores trazendo mais visibilidade ao seu negócio. 

E aí, quer começar a usar essa estratégia em sua loja virtual e se inspirar nas datas festivas ao longo do ano para vender mais? Então, leia este texto na íntegra que explicamos direitinho para você.

Por que investir em datas comemorativas no e-commerce? 

Quer uma oportunidade melhor para alcançar bons resultados nas vendas e-commerce do que as datas comemorativas? Nesses períodos as pessoas estão mais dispostas a comprar, e o clima de celebração influencia na hora de gastar um dinheirinho para presentear aquela pessoa especial. 

Conforme pesquisa realizada pela Webshoppers da Ebit Nielsen, os dias festivos representaram 34% do faturamento do e-commerce brasileiro em 2020. Ou seja, trata-se de uma grande oportunidade para investir na conversão de clientes.  

Em quais datas turbinar suas vendas? 

Tanto datas exclusivamente comerciais como tradicionais podem entrar para o calendário de ações do seu e-commerce. No entanto, devem fazer sentido considerando seu público e os produtos comercializados. 

Assim, avalie dentro da sua proposta de negócio, quais são as celebrações mais compatíveis e prepare suas ações de forma antecipada. Realize um apanhado de ideias e estude a viabilidade de cada uma. Por exemplo, pense no que será preciso mudar em layout, o que criará nas redes sociais e quanto investirá em anúncios

Essa organização auxilia na execução e também na avaliação posterior. Afinal, se os resultados forem insatisfatórios, suas estratégias nessas áreas deverão ser repensadas. Por isso, faça o controle minucioso do tempo e valores gastos. 

Seguindo uma ordem cronológica, as principais datas comemorativas para você marcar no calendário e organizar ações no seu e-commerce são: 

Páscoa (março/abril)

Data religiosa de origem judaico-cristã. Para os cristãos, a Páscoa é associada à ressurreição de Jesus Cristo, já os judeus celebram a libertação do povo hebreu que vivia como escravo no Egito. Popularmente, a Páscoa movimenta a oferta de chocolates, mas aparelhos de tecnologia, jogos, perfumes, roupas e sapatos são cada vez mais usados como alternativas de presentes. 

Dia das Mães (maio)

Comemorada no segundo domingo de maio, o Dia das Mães é uma das principais datas do comércio brasileiro. Diversas categorias de produtos e serviços são beneficiadas pela movimentação gerada no período, que em 2021 registrou um faturamento de R$6,4 milhões em vendas no e-commerce brasileiro. As ofertas vão desde eletrodomésticos e tecnologia a produtos de beleza.  

Dia do Orgulho Nerd (25 de maio)

Mais conhecido pela geração conectada, o Dia do Orgulho Nerd é uma celebração ao comportamento Geek que engloba aficionados por tecnologia, o mundo dos animes, super-heróis e séries de ficção como Harry Potter, Senhor dos Anéis e Stranger Things. 

Dia dos Namorados (12 de junho)

O Dia dos Namorados é uma celebração apaixonante e quase obrigatória entre os casais. Como demonstração de afeto e carinho, consumidores de diferentes perfis buscam o presente perfeito para seu par. Dessa forma, a época traz mais vendas seja em opções para desfrutar individualmente ou juntinhos.

Dia dos Pais (Agosto)

Celebrado no segundo domingo de agosto, o Dia dos Pais compete com o Dia das Crianças pela quarta posição de maior data do comércio. Entre os produtos mais vendidos para o período estão calçados, acessórios, eletrônicos e artigos para veículos. 

Dia do Cliente (15 de setembro)

O Dia do Cliente foi criado em 2003 com o objetivo de movimentar as vendas no mês de setembro que apresentava uma baixa considerável no comércio. Além disso, a ideia é ajudar na relação entre lojistas e consumidores, com ações promocionais e descontos especiais.  

Dia das Crianças (12 de outubro)

O Dia das Crianças é uma ótima oportunidade de se trabalhar uma abordagem mais lúdica e divertida, tanto na proposta visual quanto na linguagem das ações promocionais. Mesmo sem ter um produto ou público diretamente relacionado ao universo infantil, essa estratégia desperta entusiasmo entre seus clientes para impulsionar as vendas. 

Black Friday (novembro)

A Black Friday é uma data exclusivamente comercial de origem norte-americana comemorada na última sexta-feira do mês de novembro, tanto em lojas físicas como virtuais. Seu propósito é oferecer grandes descontos aos consumidores e dessa forma movimentar os negócios. 

Em 2021, a Black Friday será comemorada em 26 de novembro. Então, prepare sua loja! Mas, cuidado para não enganar os seus clientes. Trabalhe com promoções realistas e não prometa o que estiver fora do seu alcance, combinado?

Natal (25 de dezembro)

O Natal marca a principal celebração religiosa do país e do mundo, unindo pessoas em encontros e confraternizações tradicionais, assim como movimentando diferentes setores do varejo e serviços. Como resultado, o hábito de trocar presentes entre familiares, amigos e colegas de trabalho reforça a necessidade de diferentes ofertas para o período, adaptadas para os contextos sociais em que a data pode ser incorporada. 

Como divulgar ações de datas comemorativas?

Não podemos falar sobre datas festivas sem citar as tão amadas promoções, não é mesmo? Essas são as épocas perfeitas para aumentar suas vendas oferecendo desconto na compra e até mesmo frete grátis se você quiser chamar a atenção para sua loja virtual.

Por isso, crie ofertas exclusivas para as datas comemorativas e cupons de desconto para novos cadastrados, essas iniciativas devem aumentar suas vendas no e-commerce e fidelizar ainda mais seus clientes atuais.

Anúncios pagos 

Para aumentar as visitas à sua loja virtual, os anúncios pagos trazem um retorno mais rápido para sua marca. Ao impulsionar campanhas e peças de divulgação em sites e redes sociais, o tráfego pago da sua loja aumenta, melhorando o número de acessos e a visibilidade. 

Porém, o fato de precisar pagar previamente esses anúncios pode ser um empecilho sem uma organização financeira prévia. Assim, reserve uma verba específica para as campanhas de datas comemorativas e evite comprometer a receita destinada às demais áreas do seu e-commerce. 

Chet Holmes, em seu livro The Ultimate Sales Machine, explica que apenas 3% do público potencial está pronto para uma conversão, tendo chegado de fato à etapa de decisão de compra. Consequentemente, se você quer começar a investir em mídia, foque nessa porcentagem, descobrindo como segmentar melhor esse grupo de consumidor para atingi-lo de forma direta. 

Investimento indicado

Para um pequeno negócio, investir com R$250 até R$400 por mês já é suficiente para os resultados aparecerem. Todavia, com o passar do tempo, siga aumentando o valor investido, sem prejudicar as verbas da sua loja virtual. A ideia é crescer nas vendas, não criar dívidas.

Se você quer aumentar seu tráfego pago tendo um médio negócio, investir de R$1 mil a R$3 mil mensais deve garantir um retorno promissor. Nesse caso, distribua o valor em campanhas para três situações diferentes de tráfego: distribuição de conteúdo para público frio, remarketing para quem interagiu com suas redes sociais e conversões diretas na sua loja virtual.

No primeiro cenário, crie conteúdo para as pessoas que nunca interagiram com sua loja, ainda não conhecem sua marca nem suas ofertas. Para a segunda situação, impulsione anúncios e faça remarketing para quem em algum momento mostrou interesse nos seus produtos ou interagiu com suas redes sociais. Por fim, em relação ao terceiro contexto, foque no direcionamento para sua loja virtual e na compra de produtos. 

Para criar anúncios e monitorar o tráfego pago da sua loja, as seguintes ferramentas podem ser úteis:

  • Google Ads: faça anúncios de pesquisa do Google, rede de display, YouTube e parceiros.
  • Facebook Ads: trabalhe com Instagram e Messenger, além, claro, do próprio Facebook.

Por último, lembre-se que ao impulsionar anúncios com Google Ads, o custo se dá pelo clique. Ou seja, se seu anúncio aparecer nos resultados de busca e ninguém clicar, o dinheiro investido permanece disponível para usar na sua conta de anunciante. 

Redes Sociais 

Se você utiliza o Facebook, Instagram, YouTube, entre outras redes sociais, com certeza, reparou que as compras podem ser feitas com poucos cliques por lá. Inclusive, nessas plataformas existem opções que direcionam compradores para novos produtos ou páginas de e-commerce. 

Não se limite a trabalhar com apenas uma rede social. Seja ativo no Facebook, Twitter, Instagram, YouTube, TikTok, Kwai e qualquer outra que possa ser relevante à sua marca. Mas, antes de gastar todas suas energias com qualquer uma dessas opções, estude para conhecer em quais seu público se encontra.

Estabeleça um conceito de aproximação ao seu público, sem usar uma linguagem artificial, prezando por um relacionamento saudável com seus clientes. Compartilhe histórias, batalhas, motivações e objetivos. Assim, caso cometa algum erro, as chances de recuperar a imagem de sua marca serão maiores, considerando que essas pessoas já terão conhecimento do seu histórico.

E-mail marketing

Se você possui contato por e-mail com seus clientes, esse também pode ser um ótimo canal para a comunicação de suas ações em datas comemorativas. Portanto, organize conteúdos especiais com os produtos selecionados com a temática festiva e lembre-se de soltar sua criatividade.

Caso seu mailing seja bem segmentado por perfis, históricos de compra e entre outros, prepare diferentes e-mails, mostrando as ofertas mais compatíveis com seus clientes. Assim, você mostra conhecer as necessidades e os interesses deles, o que fortalece o bom relacionamento com sua loja virtual. 

Quais recursos podem ajudar sua loja virtual? 

É importante contar com uma plataforma que acompanhe as necessidades da sua loja, que tenha as ferramentas necessárias para facilitar o processo de venda e divulgação dos produtos. A partir disso, avalie o que será necessário para a execução da sua ideia, se precisa de algum tipo de suporte externo, por exemplo.

Com isso definido, você pode seguir algumas estratégias que podem alavancar suas vendas e-commerce em datas comemorativas:

Criação de Kits 

Para aproveitar ainda mais a oportunidade de vender em datas comemorativas, a criação de kits de produtos pode ser uma boa opção.

Geralmente, quando começam as campanhas de Natal, Páscoa, Dia das Mães, entre outras datas importantes, as pessoas costumam comprar produtos mais caros e em maior quantidade. Sabendo disso, os kits auxiliam no aumento do ticket médio na sua loja, que nada mais é que o valor médio das vendas em um determinado período.

Portanto, ofereça diferentes combinações de produtos para seus clientes, kits masculinos, femininos, masculinos e femininos, enfim, opções que alcancem todos os públicos.

Personalização do visual 

A frase “a primeira impressão é a que fica” nunca fez tanto sentido! Para manter uma imagem positiva, sua loja virtual precisa ter um visual encantador, que estimule seus clientes a comprarem. Ou seja, a aparência da sua loja é o primeiro ponto de contato entre você e seu futuro cliente. 

Por isso, durante os períodos festivos, busque inspiração nas cores, imagens e símbolos associados às datas. Renove o visual da sua loja e destaque o clima de celebração na exibição de produtos, equilibrando bem os conteúdos visuais para não dispersar a atenção do cliente. 

Em algumas plataformas de e-commerce, é possível criar opções de tema para sua loja e armazená-las. Assim, você possui mais de um visual para o seu negócio, podendo alterá-lo conforme as datas especiais (Dia das Mães, Black Friday etc.) e retomando a aparência padrão quando quiser. 

Hotsite 

Crie páginas personalizáveis específicas para datas comemorativas através de hotsites. Isso auxilia a divulgar conteúdos pontuais, para que você trate de produtos e assuntos específicos 

Em época de Black Friday, por exemplo, você pode criar um hotsite explicando as condições especiais com banners e imagens dos produtos com descontos. Ainda é possível anunciar levando clientes direto para essas páginas.

Um hotsite também é uma boa opção para educar seus consumidores sobre o seu produto, com detalhes de sua utilidade, funções e formas de uso, disponibilizando informações relevantes de maneira visual, direta e simplificada.

Métodos de envio 

Você já parou para pensar em como sua venda chegará até o comprador? Essa é uma parte essencial para se analisar, afinal, o produto precisa chegar ao seu destino.

O mais comum é o envio por Correios com Sedex e PAC, através de contrato, mas há outras formas de fazer as entregas, como o uso de transportadoras. É de extrema importância ter mais meios de envio ao invés de contar apenas com os Correios, que costumam ter um tempo mínimo de entrega alto e podem entrar em greve a qualquer momento, prejudicando seu fluxo de envios.

Faça uma análise das empresas de transporte, procure a que tenha uma boa relação entre valor do frete e tempo de entrega. Se você não é bom em matemática e não sabe criar rotas, Hubs de logística como Frenet, Melhor Envio, Mandaê, Manda Bem, entre outros, podem te ajudar!