E-commerce vende R$ 33 bilhões em período de pandemia

Levantamento mostra que um quarto dos consumidores compraram na internet pela primeira vez

O varejo online está vivenciando um período histórico. Devido a pandemia do novo coronavírus, o período de isolamento social fez com que as vendas pela internet disparassem como nunca antes. Um levantamento da empresa de inteligência de mercado Neotrust/Compre&Confie mostrou que o faturamento das vendas online no segundo trimestre de 2020 teve alta de 104% em relação ao mesmo período de 2019.

Os segmentos que mais cresceram no período foram: alimentos e bebidas; itens de cama, mesa e banho; brinquedos; móveis e eletroportáteis.

Outro ponto relevante é a chegada de novos consumidores, que de acordo com o levantamento, somam 24% dos que compraram pela internet pela primeira vez. No período atual, 23,6 milhões de pessoas compraram online, sendo 5,7 milhões os que o fizeram pela primeira vez.

Com a ampliação das vendas, em especial de categorias com maior recorrência, vêm também os desafios. Novos parâmetros no tempo de entrega já exigem que as empresas invistam cada vez mais em parcerias e soluções para garantir curtos prazos de envio.

Fonte: Exame

Marcadores