Natal 2020: o que esperar das vendas no e-commerce?

Dicas para vender mais em uma das épocas mais importantes do varejo online

Tradicionalmente, o Natal é uma data muito importante para as lojas virtuais. Ainda que a Black Friday se torne cada vez mais popular, é inegável que as compras natalinas têm um lugar especial no coração dos brasileiros.

Entretanto, o cenário de tensão gerado pela pandemia levanta uma grande questão para os lojistas: quais as expectativas do mercado para o Natal 2020?

Para responder a essa pergunta, a Dooca Commerce convidou o parceiro Eccosys para refletirmos um pouco sobre o ano mais agitado da história recente. Reunimos também algumas dicas úteis para ajudar a sua loja a vender mais neste Natal. 

Um ano atípico

Os efeitos do novo coronavírus dispensam qualquer apresentação. Assim como outros setores, o varejo também sofreu com as restrições para desacelerar o ritmo de contágio, e precisou se adaptar ao "novo normal" com uma série de medidas de segurança.

Mas apesar das incertezas, o e-commerce no Brasil parece viver seu momento mais intenso durante a crise.

Dados da Ebit/Nielsen indicam que 7,3 milhões de brasileiros realizaram sua primeira compra on-line no primeiro semestre de 2020. Além disso, mais de 60% dos consumidores compraram mais pela internet.

Embora bastante positivo, esse volume inesperado de vendas tem um impacto direto na rotina das lojas virtuais. Do estoque de mercadorias à equipe de colaboradores, o processo de fulfillment nunca foi tão crítico como agora. Felizmente, porém, é possível contar com o auxílio da tecnologia.

O Eccosys, parceiro da Dooca Commerce, é um sistema de gestão na nuvem que otimiza a operação da loja virtual. Com ferramentas completas para controle de estoque, gerenciamento de pedidos, separação e expedição, o ERP oferece um processo de faturamento automatizado. Desta forma, mesmo uma demanda crescente pode ser atendida com agilidade e precisão. 

De janeiro a novembro, o Eccosys emitiu até 18.000 notas fiscais por dia (130% a mais do que em 2019). A disponibilidade de 99,9% é garantida pela infraestrutura escalável do sistema, que é um exemplo de recurso tecnológico com suporte às necessidades do negócio. 

Black Friday e as vendas natalinas

Em 2019, o período de 15 de novembro a 24 de dezembro registrou um faturamento de R$ 14,1 bilhões no comércio eletrônico brasileiro. Em 2020, a Black Friday e a Cyber Monday já garantiram mais da metade desse valor, com 13 milhões de pedidos e R$ 7,72 bilhões faturados.

A perspectiva é animadora, mas ainda é preciso manter cautela. A Federação de Câmaras e Dirigentes Lojistas (FCDL) estima um cenário menos favorável para as vendas de Natal, com queda de 3%.

Para o economista José Rita Moreira, o planejamento para aproveitar descontos na Black Friday é uma tendência entre consumidores organizados. Ao mesmo tempo, uma parcela significativa da população deve optar por não gastar. Alguns fatores determinantes para isso seriam a crise econômica e a inviabilidade dos eventos corporativos, como o amigo secreto no escritório, por exemplo.

Por outro lado, uma pesquisa da Rakuten Advertising aponta que "70% dos brasileiros planejam ter um gasto médio que já seria um aumento de 42% dos gastos com datas promocionais para 2020".

Ainda segundo o relatório, 86% dos consumidores deve priorizar as compras on-line ao invés das lojas físicas. A escolha é motivada por questões de segurança, mas também sinaliza a formação de um novo hábito de consumo, mais aberto aos meios digitais.

Dicas para vender mais no Natal

1) Invista na divulgação

As estratégias de divulgação são fundamentais para a sua loja virtual vender mais. Neste sentido, tenha em mente que é muito importante distribuir conteúdos visuais, com fácil segmentação de público e que divulguem os seus produtos.

Na Dooca Commerce, você pode integrar a sua loja virtual com o Facebook Catalog para a criação de conteúdo dinâmico que atraia o seu público-alvo. Com essa integração, você pode promover seus produtos no Facebook, Instagram, Messenger e Audience Network de diversas formas.

Além disso, a Dooca é uma plataforma de loja virtual otimizada para marketing, onde você pode:

2) Foque em quem vai presentear

Ao oferecer descontos de Natal, é comum focar nos consumidores que já conhecem e consomem a marca. Contudo, o Natal também é uma época oportuna para atingir públicos diferentes.

Se você vende roupas femininas, por exemplo, direcione alguns anúncios para os homens e mulheres que estão em busca de presentes para suas esposas, namoradas, filhas, mães e amigas. Criar estratégias para cada nicho ajuda a aumentar o alcance da loja.

3) Facilite a jornada de compra

Em uma loja virtual, não é preciso muito para o cliente encher o carrinho e desistir da compra. Muitas vezes, isso acontece porque o processo é complicado demais.

Exigir muitas informações no cadastro, não ter campos de preenchimento automático, oferecer condições de pagamento pouco atraentes ou um frete caro são exemplos do que pode afugentar os consumidores. Atente-se aos pequenos detalhes para melhorar a experiência.

Para facilitar a jornada de compra do seu cliente, a Dooca Commerce dispõe de diversos gateways de pagamento, oferece checkout transparente - ou seja, o pedido pode ser pago diretamente na loja virtual. Regras de frete grátis também podem ser criadas para converter ainda mais suas vendas.

Além disso tudo, ainda há como recuperar o carrinho se ele for abandonado. A funcionalidade de recuperação de carrinhos abandonados é nativa da plataforma da Dooca Commerce e está ativa para todos os planos. Clique aqui para saber mais.

O planejamento é essencial

Diante disso tudo que te falamos, lembre-se: o aumento no volume de vendas pegou muitos lojistas de surpresa, e evidenciou necessidades como otimizar a operação, controlar gastos e garantir a satisfação do cliente. Portanto, aposte em estratégias de baixo custo e melhorar a experiência de compra na loja. Desta forma, é possível agradar aos clientes novos e antigos, contribuindo para a fidelização da base.

Conteúdo produzido por: ERP Eccosys

Marcadores