Crie agora sua loja virtual e ganhe 14 dias para testar todas as funcionalidades!

Como ganhar uma segunda renda com vendas online?

Se você está buscando formas de ganhar dinheiro ou garantir uma segunda renda com vendas online, chegou no momento e no lugar certo! Isso porque o e-commerce nunca foi tão importante na vida das pessoas, e neste artigo você vai saber como isso pode ajudar nas suas finanças.

Acompanhe o texto completo e veja tudo o que precisa sobre as oportunidades oferecidas do comércio eletrônico, além de dicas de como aproveitá-las.

Como o cenário mundial influencia o crescimento do e-commerce?

Desde 2008, o mundo vem enfrentando sua maior crise financeira e foi a partir de março de 2020, com a chegada do Coronavírus que as coisas pioraram ainda mais. Divididos por bandeiras (amarela, laranja, vermelha e preta), hoje os estados recebem sua cor e precisam seguir um protocolo de distanciamento criado pelo governo.

Um dos setores que mais teve de se ajustar foi o comércio. Com o passar dos meses, as lojas físicas se adaptaram ao virtual, fazendo com que seus produtos não ficassem parados e os lojistas não deixassem de vender. Embora não seja um fenômeno novo, a pandemia pode ter acelerado essa mudança para muitas empresas.

Vendas online e comportamento do consumidor

No começo, as pessoas tinham medo de comprar, já que o pagamento e a qualidade dos produtos era considerada incerta. Ainda assim, aos poucos, a simplificação na compra assim como o aparecimento de um grande número de lojas, fez com que os consumidores aderissem ao online. Dessa forma, inciou a criação de novas empresas e a migração de lojas físicas – e até de grandes multinacionais – também para o mundo digital.

Influenciado pela Covid-19, o comportamento das pessoas está acelerando ainda mais a tendência da migração virtual. Com a maioria dos prédios comerciais fechados e com os consumidores dependentes dos meios online, muitas empresas que exploram a área do varejo estão tentando acompanhar essa mudança.

Segundo a Associação de e-Commerce ABComm, o número de consumidores online (pessoas que fizeram pelo menos uma compra pela da Internet) cresceu em cerca de 1 milhão desde o começo da pandemia. Além disso, surgiram, aproximadamente, 80 mil novas lojas, que correspondem a um crescimento do setor na ordem dos 30%.

Como as vendas online podem suas finanças?

Diante das incertezas trazidas pelo cenário econômico mundial e pandemia, o comércio eletrônico garante uma fonte de renda para lojistas físicos e novos empreendedores. Seja pelo comportamento de compra ou pela necessidade, ele pode trazer inúmeras vantagens financeiras para qualquer pessoa.

Basta estar disposto e trabalhar para garantir que as vendas online se transforme em mais lucro ou uma fonte de renda para você!

Evitando a insegurança do desemprego

Mesmo com os bons resultados no e-commerce, o cenário econômico do País mostra-se bastante instável. Estamos vivenciando uma das piores crises da história recente, e notícias do aumento do desemprego têm sido bem mais frequentes do que as projeções mais pessimistas.

Portanto, ainda que esteja empregado, manter um faturamento para complementar sua renda fixa nunca é demais, principalmente em meio à tanta incerteza. É preciso pensar em diversas possibilidades, e caso venha a perder o seu emprego, você terá uma garantia para continuar executando seus planos sem precisar se desesperar com a falta de dinheiro.

Oferecendo um planejamento financeiro eficiente

Em tempos de crise fica ainda mais difícil manter uma reserva para emergências e fazer um bom planejamento financeiro é essencial para não se endividar com gastos desnecessários. Por isso, quando se consegue uma renda extra com as vendas online, é possível planejar melhor seu orçamento e respirar aliviado no final do mês.

Com seu rendimento adicional, você pode arcar com seus custos fixos (como contas de luz, internet, telefone, condomínio e aluguel) e se organizar melhor para identificar quais são os gastos que mais fogem de seu controle: restaurantes, farmácia, roupas, entre outros.

Tornando seu hobby uma fonte de renda extra 

Sua paixão é escrever? Fazer bolos e doces? Bordar? É bastante comum que as pessoas comecem a empreender com um hobby com a intenção de complementar seu orçamento e acabar transformando um passatempo em sua principal fonte de renda.

Muitas vezes o empreendedorismo acaba sendo a única opção de muita gente que se depara com a falta de trabalho e, também pode ser uma ótima oportunidade para descobrir e aprimorar novas habilidades. 

Isso acontece porque quando você se permite encontrar uma nova atividade profissional, caminhos diferentes se abrem e surge a possibilidade de adotar um estilo de vida mais adequado ao seu perfil. Por isso, é muito importante que você escolha algo que goste, porque se você vai conciliar com seu emprego fixo, demandas de tempo e dedicação extra vão surgir. Então nada melhor do que fazer algo que você goste muito!

Melhorando sua qualidade de vida

Com a renda extra adquirida nas vendas online, você pode viver de maneira mais confortável, ter a garantia de um rendimento mais sólido, evitar muita dor de cabeça desnecessária e se permitir alguns luxos. Isso só pode levar a um aumento da sua qualidade de vida, não é mesmo? Dinheiro não compra felicidade, mas o controle financeiro de sua vida traz bastante alívio.

O que fazer para começar a vender pela internet?

A essa altura, é possível que esteja se perguntando: mas como posso ganhar uma renda com as vendas online? 

As opções são diversas e se encaixam em qualquer perfil. Uma loja virtual é um bom caminho. A ideia de um espaço online é realizar a venda totalmente pela internet, e o pagamento pode ser feito de várias formas (boleto, na retirada, cartão, entre outras). 

Você precisa estudar e se programar bem! Com anúncios nas redes sociais, por exemplo, é possível acompanhar, em tempo real, o desempenho das campanhas nos mínimos detalhes. Com a análise destes dados você pode entender melhor o comportamento de seu público, o que promoveu aumento de tráfego e quais postagens geraram mais engajamento.

É claro que ter um bom produto é imprescindível, mas pensando em outros pilares, como o da tecnologia por exemplo, temos que lembrar que, para o sucesso acontecer, é preciso também contar com uma boa plataforma para sua loja virtual. Neste caso, o conjunto é o que vai se dar o sucesso da loja. A plataforma não garante, ela apenas facilita.

Como escolher a plataforma para suas vendas online?

Listamos abaixo dicas de como escolher a plataforma ideal: 

Verifique a qualidade do suporte

Sem dúvida alguma, um dos critérios mais importantes para escolher a plataforma ideal para sua loja virtual é a qualidade do suporte oferecido.

Afinal, o processo de contratação da plataforma não acaba na implantação. Como você vai usá-la no dia a dia, é normal que surjam dúvidas e dificuldades. Nesses momentos, contar com uma assistência eficiente é essencial para que os problemas sejam resolvidos rapidamente e sem prejuízos.

Entenda a flexibilidade da plataforma

Outro ponto a ser verificado é a flexibilidade da plataforma. Ou seja, o quanto do layout pode ser adaptado para o seu negócio. Pode não parecer importante, mas o cliente valoriza um site personalizado e que deixa tudo o mais acessível possível.

Caso a plataforma seja flexível a ponto de atender a todos os seus requisitos, verifique também se as customizações podem ser facilmente feitas por você e sua equipe ou se será necessário contratar uma equipe técnica para fazer alterações na plataforma. Templates gratuitos – layouts profissionais que em pouco tempo você consegue personalizar com a sua marca são uma ótima opção pois eles ajudam a tornar sua loja bem apresentada – o que passa segurança e credibilidade ao cliente – e você consegue se dedicar à outras questões.

Analise as funcionalidades oferecidas

As funcionalidades disponíveis na plataforma atendem às demandas da empresa? Recursos de promoções, páginas personalizadas e opções para captura de e-mails. Todos esses pontos devem ser verificados e analisados se realmente lhe satisfazem.

Aliás, esse é um grande ponto de atenção, pois não adianta nada contratar uma solução que atenda parcialmente ou que dificulte sua empresa a alcançar os melhores resultados.

Nesse sentido, verifique também se existem otimizações que permitam conversões melhores no que diz respeito às vendas feitas na plataforma.

Confira as integrações disponíveis

Outro detalhe importante a ser analisado é a integração entre plataforma e outros sistemas. Dessa forma, sua nova plataforma será implantada sem que seja necessário alterar o que já está funcionando.

Além disso, planeje a longo prazo: quais outros sistemas você pretende adquirir posteriormente? Certifique-se que a plataforma escolhida permite fácil implantação de soluções no futuro. Esses são sistemas e ferramentas que vão trabalhar em conjunto com a plataforma para agilizar sua gestão de loja virtual: hubs de logísticas, hubs de marketplace, ferramentas de disparo de emails, entre outros.

Verifique como serão os pagamentos das vendas

Por fim, mas não menos importante, verifique como é o procedimento de pagamento nas compras feitas pela plataforma. Lembre-se que será por esse canal que você receberá os pagamentos pelas vendas realizadas!

Aliás, todos sabemos que o pagamento é uma das etapas mais importantes das compras online, então é preciso se atentar a esse detalhe também! O checkout transparente é uma prática que oferece experiência orgânica e fácil durante o fluxo de pagamento. Enquanto a finalização tradicional redireciona o cliente para outro site para processar a compra, o checkout transparente mantém o comprador na mesma página, dificultando, assim, que ele desista da compra ou tenha alguma desconfiança no momento de inserir seus dados. 

Verifique se a plataforma possui integrações com intermediadores ou gateways de pagamento de sua preferência. É legal saber se a plataforma permite a conexão de várias opções para utilizar ao mesmo tempo, pois assim você pode ter negociações diferentes com cada um e oferecer condições especiais ao seu cliente.

Há outros requisitos que podem ser analisados no momento de contratar uma plataforma para a sua loja virtual, mas, com essas dicas que apresentamos, você já saberá fazer uma boa escolha!