Crie agora sua loja virtual e ganhe 3 dias para testar todas as funcionalidades!

Ideias para começar a vender pela internet

Você sabia que quase 800 e-commerces foram criados a cada dia entre julho de 2020 e julho de 2021 no Brasil? Pois é, a pesquisa realizada pelo PayPal Brasil mostra que mais de 288 mil novas lojas de comércio eletrônico foram desenvolvidas nesse período. Hoje vou apresentar algumas ideias para começar a vender pela internet e não ficar para trás.

No primeiro semestre de 2021, aliás, nosso país bateu o recorde de vendas através do e-commerce. Foram mais de R$53,4 bilhões em vendas, valor que representa um crescimento de 31% em relação ao mesmo período do ano anterior, conforme o relatório Webshoppers, realizado pela Ebit | Nielsen em parceria com o Bexs Banco.

Por isso, muitas pessoas estão percebendo o potencial do setor e investindo nesse segmento para complementarem suas rendas ou, simplesmente, mudarem de carreira.

Então, conheça as oportunidades para fazer dinheiro com uma loja virtual.

Crie sua loja virtual com a Dooca e teste os recursos da plataforma por 3 dias grátis!

Checklist para abrir uma loja virtual

Se você acha que abrir seu próprio e-commerce é algo de outro mundo e que são muitas exigências para começar, saiba que isso não é verdade.

Fato é que, para abrir uma loja virtual, é importante ter algumas informações definidas antes de colocar seu negócio no ar, mas não é nada complicado.

Resumidamente, a Dooca indica que você tenha algumas definições em relação ao seu negócio para começar a vender com tranquilidade e segurança:

  • Produto(s);
  • Domínio registrado;
  • Forma(s) de envio;
  • Forma(s) de pagamento.

Se você quer saber mais sobre esse assunto, temos um artigo especial com detalhes de cada configuração!

Crie uma estratégia

O primeiro passo para começar a vender online é o estudo. Sim, o estudo também é essencial para quem quer vender no mercado virtual.

É importante analisar a concorrência, principalmente as estratégias mais comuns de venda entre seus rivais.

Para facilitar tanto a estruturação do seu negócio quanto o preço final para seus clientes, faça uma avaliação dos fornecedores. Pesquise se são confiáveis, se possuem preços competitivos e se eles podem proporcionar à sua loja virtual um diferencial sobre seus concorrentes.

Conheça seu público-alvo, isto é, saiba quem são seus potenciais clientes e monte todas suas estratégias pensando neste público.

Aliás, é importante que você saiba que não existe ambiente melhor para trabalhar com mercados segmentados do que a internet. Afinal, até mesmo as campanhas de marketing podem ser direcionadas com grande precisão.

Como escolher o nicho e produto certo para vender?

Ninguém nasce sabendo das coisas, e isso não é diferente para quem quer vender pela internet. É necessário estudo, dedicação e muito empenho para conseguir bons resultados e realizar muitas vendas.

Mas, além disso, este mercado pode passar a impressão de que é muito difícil ter sucesso sem oferecer o produto perfeito.

Bom, não vou mentir, o produto faz, sim, muita diferença. Porém, existem diversos fatores que podem contribuir para o sucesso de quem se aventura pelo mercado virtual.

Sabendo disso, quando for escolher o produto que será vendido, tente adaptar a sua realidade no seu negócio. Ou seja, leve em consideração suas afinidades, conhecimentos e experiências, assim você já tem uma base muito promissora.

Após traçar essas estratégias, é hora de dar o próximo passo. Como já destacado, a escolha do produto tem grande influência no sucesso da sua loja virtual, então separei algumas opções que estão em alta e devem performar muito bem nos próximos anos.

Confira nossa lista, estude as possibilidades e coloque em prática o quanto antes para não ficar para trás, combinado?

Você tem 3 dias grátis para testar os recursos da Dooca e criar uma loja virtual com a sua cara!

Produtos do mercado chinês

Vamos começar com uma dica mais generalizada, mas que é muito importante. Para baratear os custos, muitos negócios optam pela compra de produtos diretamente da China. Isso, claro, depende do volume de produtos que você pode ou deseja ter em sua loja virtual.

Porém, muito cuidado ao seguir esse caminho. É aconselhável que você faça um estudo sobre todos os custos envolvidos nesse processo, adaptar para a realidade do seu negócio e identificar se é possível trabalhar dessa maneira.

De qualquer forma, essa é uma opção extremamente válida e que pode facilitar muito o seu trabalho.

Produtos personalizados

Produtos personalizados são muito fortes no e-commerce, e deve ser difícil que deixem de figurar entre os produtos mais vendidos no futuro.

Todo mundo gosta de comprar algo especial e exclusivo. Isso dá a sensação de alegria e satisfação por ter algo só seu. E fortalece sua marca, pois torna a experiência de compra dos usuários única.

Sabendo disso, camisetas e canecas podem ser boas opções se você quer começar seu próprio negócio na internet. Seja adicionando nomes, frases, imagens, enfim, qualquer informação visual que torne o produto único.

Existem muitos outros produtos que podem ser personalizados, basta usar a criatividade e verificar a disponibilidade do seu negócio em colocar essa ideia em prática.

Joias, semijoias e bijuterias

Segundo balanço da empresa brasileira Geofusion, São Paulo, Curitiba e Salvador estão em processo de recuperação do setor de joias, passando de R$5,4 bilhões em 2020 para R$8,1 bilhões em 2021. Isso representa um aumento de 50% ao comparar esses períodos.

Além disso, uma pesquisa da consultoria Bain & Company mostra que produtos como joias, bolsas e sapatos estiveram em alta durante a pandemia e podem representar cerca de 30% do mercado até 2025.

Agora que você sabe que esse mercado tem grande potencial, esses são alguns itens que você pode oferecer na internet:

  • Anéis;
  • Brincos;
  • Colares;
  • Piercings;
  • Pulseiras;
  • Argolas;
  • Braceletes.

Aproveite para conferir algumas dicas sobre fotos para lojas de joias em nosso Blog!

Acessórios para pets 

O mercado dos pets tem apresentado números muito expressivos nos últimos anos, e a tendência é que o cenário melhore ainda mais.

Segundo dados da Neotrust, o e-commerce brasileiro registrou um crescimento de 92% de pedidos no mercado dos pets apenas no primeiro semestre de 2021. Esse número é maior do que o registrado pelo e-commerce brasileiro de uma maneira geral, que cresceu com expressivos 21%.

Confira alguns dos acessórios para pets mais vendidos:

  • Guias;
  • Coleiras;
  • Peitorais;
  • Camas;
  • Brinquedos;
  • Tapetes higiênicos;
  • Saquinhos higiênicos;
  • Comedouros;
  • Gravatas (SIM!).

Portanto, para quem quer começar a vender pela internet, acessórios para pets são ótimas opções e podem gerar muito dinheiro.

Itens gamers

Os e-sports chegaram para ficar e já são responsáveis por gerar muito dinheiro ao e-commerce. Por isso, aproveitando a alta desse nicho, a venda de computadores e acessórios gamers é uma ótima porta de entrada para o mercado digital.

Segundo uma pesquisa da SuperData, departamento de análise e pesquisa da Nielsen Games, o faturamento do setor de jogos eletrônicos cresceu 12% em relação a 2020. A receita foi de U$126,6 bilhões no mundo todo.

O investimento para começar um negócio com esses produtos pode até ser grande, mas o retorno é melhor ainda, pois o ticket médio deste mercado é alto.

Confira alguns acessórios gamers que você pode começar a vender pela internet:

  • Fones de ouvido;
  • Mouses;
  • Teclados;
  • Consoles;
  • Controles;
  • Jogos.

O maior desafio é a compra destes produtos por valores baixos, mas isso pode ser resolvido com a estratégia de compra do mercado chinês, como citei antes.

Produtos do mercado geek

Se antigamente os geeks eram julgados muitas vezes de forma pejorativa, hoje é muito comum o consumo de itens considerados cults. Os filmes de super-heróis, por exemplo, são uma febre e devem permanecer no topo do mercado cinematográfico por muito tempo.

A Associação de Cartunistas do Brasil (ACB) aponta que o mercado de quadrinhos mobiliza cerca de 20 milhões de leitores por mês. Já uma análise da Rakuten Digital Commerce mostra que o público geek costuma gastar 40% a mais do que a média nacional, provando que o setor é muito relevante para a economia brasileira.

Sabendo disso, você pode investir nos seguintes produtos para ter um bom retorno financeiro:

  • Quadrinhos;
  • Camisetas;
  • Acessórios de decoração;
  • Action Figures;
  • Produtos Eletrônicos;
  • Mochilas;
  • Canecas;
  • Almofadas;
  • Itens colecionáveis.

Produtos de casa e decoração

Já que o home office é uma realidade e as restrições para sair de casa são muito maiores atualmente, os brasileiros estão valorizando cada vez mais suas moradias.

Com isso, focar na venda de quadros, pôsteres e placas decorativas pode ser muito interessante para sua loja virtual. Esses equipamentos têm sido muito procurados e possuem uma taxa de lucro bastante alta.

Além disso, existem outras opções, como:

  • Cadeiras;
  • Mesas;
  • Sofás;
  • Estantes;
  • Poltronas;
  • Tapetes.

Acessórios de câmeras para smartphones

As pessoas têm valorizado cada vez mais suas redes sociais, principalmente se encontram uma chance de mostrarem seus trabalhos nessas plataformas.

Sabendo disso, as fotos e vídeos são extremamente importantes para quem quer ter sucesso, e essa é uma oportunidade muito grande para você que não sabe o que vender na internet.

Você pode começar a vender pela internet:

  • Tripés com anéis de luz;
  • Kits de lentes;
  • Controles de disparo;
  • Suportes;
  • Estabilizadores.

Esses itens podem trazer um lucro muito alto para o seu negócio.

Roupas focadas no conforto

Que a pandemia trouxe novos olhares sobre a vida, isso não é segredo. Mas, você já parou para pensar em como isso pode ser uma oportunidade de venda?

As pessoas têm passado mais tempo em suas casas e apartamentos, e o home office ficou ainda mais fortalecido por apresentar segurança, conforto e liberdade para muitos trabalhadores.

Então, combinando isso com a procura cada vez maior por itens de vestuário por parte do público, um negócio focado em roupas que prezam pelo conforto e bem-estar tende a ter bons resultados no e-commerce.

São boas opções de venda:

  • Shorts;
  • Bermudas;
  • Chinelos;
  • Regatas;
  • Camisetas;

Essas peças são muito valorizadas por quem trabalha de casa e podem ser boas alternativas para quem quer começar a vender online.

Produtos para ciclistas

Se nem todos têm a oportunidade de trabalhar de casa, muitas pessoas trocaram as aglomerações do transporte público pelas bicicletas. Essa também foi a solução encontrada por quem não consegue se adaptar à rotina de uma academia.

O primeiro semestre de 2021, por exemplo, registrou um aumento de 34,17% na venda de bicicletas em comparação ao mesmo período de 2020 no Brasil, segundo monitoramento realizado pela Associação Brasileira do Setor de Bicicletas.

Como você já deve ter percebido, vale a pena dar uma chance para o mercado do ciclismo, seja com as bicicletas, acessórios ou até com vestuário.

Então, para aproveitar o bom momento, separei algumas opções para você começar a vender pela internet:

  • Bicicletas;
  • Componentes;
  • Capacetes;
  • Bermudas;
  • Luvas;
  • Óculos;
  • Joelheiras;
  • Cotoveleiras.

Começar a vender pela internet agora mesmo

Se você ainda está com uma indecisão em relação às vendas online, saiba que mais de 49% dos brasileiros pretendem comprar ainda mais pela internet neste ano, segundo o estudo Market Review: Tendências do E-commerce para 2022.

Então, que tal colocar essas dicas em prática e criar sua loja virtual agora mesmo? Com a Dooca, você tem 3 dias grátis para testar as ferramentas e recursos da plataforma, além de criar uma loja com a sua cara de forma simples e rápida. É sem compromisso, ou seja, você não precisa inserir nenhum dado de cartão de crédito. Aproveite!