Crie agora sua loja virtual e ganhe 14 dias para testar todas as funcionalidades!

Como escolher um nicho: dicas para começar o seu negócio

O crescimento do comércio virtual no Brasil – muito impulsionado pela pandemia do novo coronavírus – despertou o interesse de muitos empreendedores em como vender pela internet. Entre 23 de março e 31 de maio de 2020, por exemplo, foram abertas 107 mil novas lojas online no país – mais de uma por minuto –, segundo levantamento da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). 

Apesar de ser um mercado em expansão, vender pela internet não é tão simples e exige muito preparo e planejamento, principalmente na decisão de qual produto vender. 

Como escolher um nicho para vender no e-commerce? 

Quer abrir uma loja virtual e não sabe quais produtos podem te ajudar a vender mais? Apresentamos os melhores nichos de e-commerce para investir!

Antes de escolher, considere algumas questões:


Seus gostos e habilidades impactam na decisão do nicho

Mesmo que não tenha uma paixão em vista, procure vender aquilo que acredita ser interessante e que você goste. Se você não tem muita ligação com os animais, por exemplo, pode não ser uma boa ideia vender acessórios para cachorro.

Por isso, pense muito bem antes de escolher seus produtos. De nada adianta você ter produtos interessantes, se não sabe falar sobre eles. São eles que diferenciam você da concorrência. Muitas vezes, a chave para determinar suas vendas é definir como você pode atender às necessidades especiais dos seus clientes. E nada como saber do que está se falando, né?!

Fazendo dever de casa: fornecedores, clientes e mercado

Muito provavelmente você já ouviu falar nesse tripé do empreendedorismo. Além de pensar no que você gosta e no que você já conhece bem, também é importante estudar de quem você vai comprar a mercadoria, qual o perfil do seu público comprador e quem são seus concorrentes. 

As grandes lojas virtuais não vendem para um mercado específico e são mais abrangentes, mas, para um pequeno empreendedor, é necessário escolher um segmento, se especializar nele e saber que está fazendo seu melhor naquele mercado.

Mas você sabe o que faz um fornecedor ser bom? Ser próximo de você é um dos principais pontos, pois assim, não irá gastar com frete, além de ter valor competitivo e um produto diferenciado, de qualidade. 

Público-alvo é a audiência do seu negócio. Você pode descrevê-lo por meio de características que as pessoas com potencial de compra têm em comum. 

Por exemplo: mulheres, de 25 a 46 anos, que optaram por mudar seu estilo de vida. Isso é muito utilizado para definir estratégias de marketing – canais que serão priorizados, tipos de conteúdo, alvo dos anúncios, etc.

Você vai acabar se deparando com muitas lojas do mesmo segmento que o seu. Isso pode te assustar no primeiro instante, sugerindo algo surreal de se medir. Afinal, como mensurar tantos dados?

Quanto a isso, não se desespere, porque há diversas ferramentas de marketing que cumprem muito bem esse papel. Até o Alertas do Google coopera para que você fique por dentro das ações da concorrência. 

Definir os seus concorrentes em potencial é o que vai te guiar nessa implementação de estratégias. Nem sempre o seu oponente pertence ao mesmo nicho, mas uma observação no ranking, via sites de buscas, resolve esse problema.

Entenda para quem você vai vender 

Assim como a comunicação é mais fácil com um público segmentado, reconhecer o que ele precisa, como se comporta e quais as necessidades dos clientes é uma poderosa arma para crescer as vendas da sua loja virtual. Ao conhecer as demandas do seu público, é possível definir questões como as formas de pagamento disponíveis, a linguagem que será adotada para atrair novos clientes, as ofertas realizadas, entre inúmeras outras opções. O marketing eficaz em um nicho também exige que você tenha uma compreensão clara do “idioma” (a linguagem comum daquele grupo) e das Redes Sociais onde eles se concentram.

Você sabe o que é persona? É quem vai comprar seu produto final. E não é só saber o gênero, idade ou coisas básicas. É ir além. É entender o porquê a pessoa X, de tal cidade, que trabalha em tal lugar comprou de você. É criar uma personalidade baseada nas características e hábitos dos seus clientes, para ocupar o espaço de fala da sua marca, é a persona quem vai se relacionar com seus consumidores. Assim aproxima muito mais a marca do seu público.

Neste artigo, você tem instruções de como definir a sua. 

Saiba mais sobre o seu novo mercado

Não apenas precisa haver uma real necessidade e desejo de seus produtos, mas estas pessoas também precisam estar qualificadas para comprá-los.

Você precisa conhecer mais sobre o mercado, entender o nicho que está prestes a entrar. Faça breves pesquisas por conta própria, busque opiniões de especialistas, leia livros, entenda do que você vai falar. Hoje, para facilitar a sua vida, existe uma ferramenta chamada Google Trends. O site é o caminho ideal para você descobrir quais produtos estão em alta no gosto dos consumidores.

A ferramenta é disponibilizada pelo Google e mede a tendência de buscas na internet, fazendo um comparativo importante entre os produtos disponíveis no mercado.

Na prática, isso significa que todas as palavras-chave que as pessoas procuram no Google são transformadas em gráficos. Funciona assim:

Você acessa o site do Google Trends, digita o nicho no qual quer empreender e clica em “pesquisas”.

Logo depois vai aparecer na sua tela, em formato de gráfico, o comportamento das buscas para esse produto.

Ao descer um pouco a página, você também conseguirá visualizar as regiões que mais procuram pelo produto e os termos relacionados que possuem busca. 

Escolha uma plataforma de e-commerce

Para fazer vendas online existem múltiplas opções de plataformas disponíveis, por isso, faça uma pesquisa para conhecer as tecnologias, monte uma tabela comparando cada uma para escolher a que melhor acolhe os seus objetivos e fique por dentro dos macetes digitais!

De qualquer forma, na hora de fazer sua escolha, alguns critérios devem ser considerados, como:

  • facilidade no cadastro de produtos;
  • ferramentas de marketing disponíveis;
  • atendimento e suporte; 
  • segurança das informações;
  • velocidade do site; 
  • estabilidade.

Lembre-se que a plataforma de e-commerce é apenas um meio para realizar suas vendas. Escolha uma plataforma segura, estável e com aparência profissional. Depois disso, foque totalmente em vender. 

Ter um comércio eletrônico pode ser tão desafiador quanto ter uma loja física: é necessário pensar na logística dos produtos, no estoque, na embalagem, na prospecção de clientes, no atendimento, no financeiro… São diversos pontos que influenciam diretamente o resultado do negócio e, consequentemente, impactam o bolso de quem está à frente da empresa.

E como você precisa analisar todos estes pontos, o ideal é escolher uma plataforma de fácil gerenciamento onde você não perca muito tempo configurando e que vai conectar todo seu gerenciamento para te ajudar nessa jornada.  

Não esqueça do pós-venda

Investir nesse aspecto é importante para que, aleḿ de fidelizar seus clientes, você possa garantir que eles sempre comprem bem – e sempre – de você.

Além disso, garantir uma experiência positiva de pós-venda aumenta as chances de seu consumidor recomendar a sua loja para os conhecidos, melhorando a notoriedade da marca. Entenda que não é porque o cliente finaliza uma compra que ele não merece mais sua atenção. Muito pelo contrário: é necessário fortalecer esse relacionamento! Incorpore a fidelização do seu cliente como etapa do processo de compra, ele é fundamental para gerar ainda mais vendas pelo boca a boca e diminui o investimento em marketing. E não esqueça: clientes buscam experiência, não apenas comprar um produto, inclusive, estão dispostos a pagar mais, como aponta pesquisa feita pelo Mundo do Marketing

Mas, como analisar se esse é o nicho que quero investir? 

Antes de realmente escolher o seu nicho é importante que você faça uma lista dos temas que gosta. Afinal, você vai trabalhar, estudar e viver com esse tema, então priorize aqueles assuntos que você tem afinidade.

Pode ficar à vontade e  soltar a imaginação e escrever de forma livre e sem pressão. Neste momento é crucial levar alguns pontos em consideração:

  • Qual temática é a sua paixão? Livros? Marketing digital? Empreendedorismo?
  • Com quais outros temas já trabalhou e gostou muito?
  • Com quais temas você nunca trabalhou, mas gostaria?

Você verá que é muito fácil criar essa lista e, naturalmente, terá diversas opções de temas. Feito isso, é só seguir para o próximo passo.

Risque todos os temas que você NÃO domina

Se você quer realmente ganhar dinheiro na internet, então precisa escolher um nicho que seja lucrativo e que seja de seu domínio. Neste momento, é importante você aplicar o desapego. Pegue a sua lista e comece a riscar todos aqueles temas que você não domina de jeito nenhum. Por mais que goste muito de algum tema mas não saiba como começar a falar sobre ele, você deve tirá-lo da sua lista.

Esse ponto é imprescindível para você cruzar os seus interesses com as suas experiências. Por isso, responda às seguintes perguntas:

  • Quais foram os seus feitos nas áreas que você escolheu? Teve alguma conquista ou experiência (ainda que mínima)?
  • Já trabalhou com o tema antes?
  • Tem algum tema que você gosta e também domina (ainda que pouco) sobre o assunto?

Feito isso, você terá uma lista somente com aqueles temas que você possui alguma dominância e que também curte. Dessa forma, fica mais fácil decidir qual o seu nicho de mercado!

Produtos mais vendidos na internet em 2020

Para finalizar, listamos aqui os produtos mais vendidos na internet em 2020 segundo o Mercado Livre:

Janeiro – Celular
Fevereiro – Impressora
Março – Máscara facial e álcool gel
Abril – Google Chromecast
Maio – Celular
Junho – Notebook gamer
Julho – Limpador de parabrisa
Agosto – SmartTV
Setembro – Celular
Outubro – Ar condicionado
Novembro – Geladeira
Dezembro – Notebook

Só para termos uma ideia do andamento do ano de 2020, a lista traz os produtos mais vendidos de cada mês.  Se o nicho que você pensou não está nesta lista, não se preocupe, não significa que ele é um nicho ruim.

Dá pra perceber que muitos deles agem por oportunidade e eu tenho certeza absoluta que você também comprou máscaras e álcool gel em Março! 

A oportunidade também é um ponto muito interessante de se observar. Seu produto venderá apenas uma determinada época do ano ou ele tem saída o ano todo? Embora venda apenas em um período, observe se ele é lucrativo o suficiente para compensar os demais meses parados.

O quanto de energia você vai investir para a coisa dar certo? O quão detalhado e bem feito será o planejamento? Saiba diferenciar seu produto dos demais, acredite no seu produto e vista a camisa de empreendedor!

Enfim, já dizia o velho ditado: “o sucesso só vem antes do trabalho no dicionário!” 

E, aí? Que tal começar agora a vender online? Então, crie agora mesmo sua loja virtual! Ainda não é um Doocanauta? Sem problemas, aproveite nosso período teste de 14 dias grátis!