Crie agora sua loja virtual e ganhe 14 dias para testar todas as funcionalidades!

Quem disse que ter uma loja virtual é difícil?

Muitas pessoas pensam que ter uma loja virtual é algo de outro planeta. Logo de início, surgem dúvidas, incertezas e a tão temida insegurança. Hoje você vai saber o que é preciso para ter uma loja virtual. Acredite: esse desafio pode ser mais fácil do que você imagina.

Ao analisarmos o cenário do e-commerce nos últimos anos, percebemos que é essencial estar presente nesse mercado para prosperar.

Em 2020, as vendas online aumentaram cerca de 19%, segundo relatório da Conferência da ONU sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). Para comparação, em 2019 o índice foi de 4%.

Nesse mesmo ano, o e-commerce brasileiro cresceu 73,88%, segundo o índice MCC-ENET.

Já em 2021, apenas no primeiro semestre, nosso país bateu o recorde de vendas, atingindo R$53,4 bilhões. Esse valor representa um crescimento de 31% em relação ao mesmo período do ano anterior, conforme o relatório Webshoppers, realizado pela Ebit | Nielsen em parceria com o Bexs Banco.

Porém, não basta entrar nesse mundo de tantas possibilidades sem uma boa estratégia de venda. Então, para tirar suas dúvidas, preparamos um checklist do que você precisa ter para criar sua loja virtual. Confira!

Defina seus produtos

Vamos começar pelo ponto mais importante de qualquer negócio: o produto. Primeiro de tudo, você precisa organizar sua oferta. Liste seus produtos, defina quais deles você venderá pela internet, suas variações, tamanhos e cores.

Se você é um lojista de moda, artesanato, esporte e lazer, decoração, móveis, pet shop ou higiene e beleza, é essencial realizar esse exercício de listagem de produtos antes de começar a vender.

Muitas lojas atuam tanto no ambiente físico quanto no digital. É o seu caso? Além disso, você também precisa definir se será necessário emitir notas fiscais. Se, para essas duas questões, a resposta for sim, então indicamos o uso de um sistema ERP para gerenciar seu negócio.

Sabendo disso, a Dooca possui integração com diversos sistemas ERP’s para que você possa controlar tudo que acontece na sua loja virtual. Dentre eles, o Bling pode ser extremamente útil no desenvolvimento do seu negócio. Confira mais detalhes!

Use uma plataforma qualificada

A maneira mais fácil e segura de ter uma loja virtual é através de uma plataforma especializada no assunto. Assim, não é necessária a contratação de um profissional somente para cuidar da criação e funcionamento da sua loja.

A Dooca é uma plataforma de e-commerce completa, profissional e acessível. Com ela, sua loja estará pronta para vender mobile, tablet ou computador, tudo de maneira otimizada para SEO.

E o melhor: temos um assistente visual que vai ajudar você a deixar a loja do seu jeito!

Além disso, temos integração com Hubs de Marketplace, para que você possa vender seus produtos nas maiores lojas do Brasil.

Experimente agora mesmo nossa plataforma e teste todos nossos recursos por 14 dias grátis !

Registre um domínio de fácil memorização

O domínio é, resumidamente, o endereço de um site na web. Ele está presente na URL que digitamos no navegador para acessar um site ou, até mesmo, após o @ do endereço de e-mail. O domínio da Dooca, por exemplo, é o dooca.com.br. 

Um domínio próprio gera mais visibilidade e credibilidade, além de melhorar o ranqueamento da sua loja nos buscadores (SEO). Ele também facilita a criação de subdomínios, caso você queira montar um blog ou outra seção específica. Nesse caso, subdomínio seria o dooca.com.br/blog.

Por fim, um bom domínio pode fortalecer a presença da marca na internet e trazer ainda mais relevância nas redes sociais.

Defina as formas de envio de produtos

O modelo mais comum de entrega de produtos é o Correios (PAC e Sedex). Partindo desse método, você já tem uma boa base para conseguir manter sua loja virtual funcionando.

Porém, se quiser dar um passo a mais e melhorar o desempenho do seu negócio no âmbito digital, não descarte recorrer a outros métodos de envio. Para isso, disponibilize entregas por transportadoras via planilhas ou até mesmo o envio por motoboy.

E não se esqueça que muitos brasileiros preferem retirar seus pedidos na loja física ao invés de aguardarem o frete. Então, essa é mais uma forma de entrega que você pode oferecer.

Dessa forma, seus clientes podem ter mais de uma opção para definir como querem receber os produtos.

E, para ajudar você nesse processo tão importante das vendas pela internet, a Dooca tem integração com diversos Hubs de transporte, como: Melhor Envio, Frenet, Mandaê, Manda Bem, Intelipost, Find My Pack e EasyCourier.

De qualquer forma, mesmo que você opte por enviar seus produtos apenas pelo Correios, o importante é cumprir os prazos estipulados para tornar a experiência de compra dos clientes ainda mais satisfatória, combinado?

Cadastre formas de pagamento

Assim como as formas de envio, uma quantidade alta de métodos de pagamento pode ser ainda mais atrativa para seus clientes. A liberdade de escolher a maneira como quer pagar é um grande diferencial para sua loja virtual.

Oferecendo os clássicos pagamentos via cartão de crédito, depósito e boleto bancário, sua loja já estará pronta para funcionar. Porém, existem outros métodos que podem ser diferenciais para seu negócio em comparação aos demais.

O Pix, por exemplo, é uma febre em nosso país. Grande parte das lojas virtuais já conhece a importância dessa ferramenta, disponibilizando o Pix para que seus clientes efetuem as compras.

Atualmente, contamos com os intermediadores da PagHiper, Pagar.me e Yapay para esse método de transações, mas, muito em breve, vamos disponibilizar novas possibilidades!

Divulgue sua loja

Por fim, de nada adianta ter uma loja virtual se ela não for divulgada. Para isso, foque sua estratégia nas redes sociais e crie conteúdos para conectar as pessoas à sua loja virtual.

O tráfego pode ser dividido em orgânico e pago. O orgânico requer a aplicação de técnicas de SEO para gerar um resultado expressivo no seu negócio. O pago, por sua vez, tem a capacidade de gerar muito público para sua loja, mas seu investimento não é garantia de retorno.

O ideal, nesse caso, é mesclar o tráfego orgânico e o pago, sem depender de apenas um deles para a saúde financeira da sua loja virtual.

Para conferir mais detalhes sobre o tráfego orgânico do seu negócio, utilize ferramentas como Google Search Console e Google Analytics integradas à sua loja virtual.

Agora, se quiser criar e gerenciar tráfego pago, as ferramentas certas para você são Google Ads e Facebook Ads. Com elas, você pode criar anúncios pagos para o Google, Facebook e Instagram.

O Instagram, aliás, pode ser ainda melhor aproveitado caso você tenha um perfil comercial na plataforma. Ainda, você tem a possibilidade de utilizar a Sacolinha do Instagram para aumentar  as chances de venda. Entenda como funciona essa ferramenta em nosso artigo.

Viu como não é tão difícil ter uma loja virtual? Então, conte com a gente e crie a sua agora mesmo. Aproveite e teste a Dooca por 14 dias grátis!